Connect with us

Coronavírus

Medicina usa novamente a Inteligência Artificial a seu favor

Considerando o cenário pré-hospitalar, a W3.Care desenvolveu uma aplicação de inteligência artificial, que utilizam algoritmos de aprendizado profundo para avaliar a probabilidade de infarto agudo do miocárdio (IAM) no exame de eletrocardiograma (ECG), doença aguda que tem altas taxas de mortalidade se não tratada de forma rápida e efetiva.

O sistema foi desenvolvido e treinado para identificar padrões eletrocardiográficos que sugerem a incidência de IAM. Foram mais de 15.000 eletrocardiogramas avaliados, sendo destes aproximadamente 1.000 com presença da doença. Ao longo do árduo trabalho de treinar a máquina, foram 6 meses de desenvolvimento para alcançar resultados estatisticamente relevantes, sendo o principal 95% de acurácia nos laudos pré-diagnósticos realizados pela inteligência artificial em menos de 1 segundo.

Com o uso de ferramentas para coletar dados epidemiológicos, de gravidade, topografia e localização de acidentes domésticos, de trabalho e rodoviários foi possível desenvolver uma inteligência artificial que oferece previsões assertivas quanto à incidência de acidentes por localização, permitindo ação proativa de gestores públicos e privados de saúde quanto ao tratamento de pacientes em trauma físico.

As aplicações na saúde são inúmeras e cada vez mais têm ganhado espaço. Assim como toda tecnologia, são ferramentas que complementam e suportam as operações médicas tradicionais. São aliadas tecnológicas que proporcionam maior assertividade e alternativas para diagnósticos e tratamentos mais efetivos e que não pretendem substituir a avaliação humana, mas sim reforçá-la, permitindo que profissionais da saúde tenham uma segunda opinião rápida, de menor custo, gerando maior eficiência.

Sobre a W3.Care

Fundada em 2018 por Jamil Cade, João Pandolfi e Douglas Pimenta, a W3.Care é pioneira e referência no desenvolvimento de tecnologias com inteligência artificial para atendimento de urgência e emergência. Atualmente, oferece três programas de atendimento – o Teletrauma, com suporte completo ao atendimento de traumas; o amIA, para atendimento de pacientes com dor torácica e pré diagnóstico do infarto agudo e TeleCare®, com a proposta de oferecer um canal aberto e seguro entre profissionais de saúde e pacientes. Além disso, em 2020 desenvolveu o TeleCOVID, plataforma de telemedicina para atendimento direto às pessoas com sintomas do novo coronavírus.

Fonte: Pense Numa Notícia

Click to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *