Connect with us

Aplicativos

Estado homenageia profissionais do aplicativo Saúde Online Paraná

O Governo do Estado homenageou nesta terça-feira (11) médicos, psicólogos e enfermeiros que atuam no aplicativo Saúde Online Paraná. A plataforma, criada para fortalecer o combate à pandemia, já realizou mais de 30 mil atendimentos em um ano. Ao acessar o aplicativo, o paciente conta com assistência médica e psicológica, acompanhamentos de doenças crônicas, além de informações oficiais sobre o novo coronavírus.

As homenagens foram entregues pelo superintendente-geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, ao presidente do Conselho Regional de Medicina do Paraná, Roberto Issamu Yosida; ao presidente da Celepar (Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná), Leandro Moura; e para Simone Peruzzo, que atuou como presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná, no período de 2015 a 2020. Médicos e psicólogos que atuam de maneira voluntária no aplicativo também foram homenageados.

“Nós aproveitamos uma janela de oportunidades na criação do aplicativo que contou com o apoio do Conselho Regional de Medicina, de Enfermagem e de Psicologia. Essa solução tecnológica ajudou muitas pessoas com a oferta de um serviço gratuito e de qualidade. Nossa homenagem a esses profissionais simboliza um reconhecimento a todos que atuam na linha de frente, salvando vidas diariamente”, destacou Aldo Bona.

A primeira etapa de desenvolvimento do aplicativo ocorreu por meio de uma parceria entre a Seti e a Celepar e contou com um investimento de R$ 162 mil para o custeio de bolsas-auxílio aos profissionais que prestaram atendimento ao cidadão.

“Nosso Estado foi um dos pioneiros no lançamento dessa tecnologia garantindo um atendimento seguro entre o profissional da saúde e o paciente”, disse o presidente da Celepar, Leandro Moura. “Com a tecnologia possibilitamos atender milhares de pessoas, desafogando as unidades de saúde, tudo isso graças ao trabalho em conjunto de diversos órgãos do Governo”.

Novo lote de vacinas da Pfizer será distribuído para Capital e Interior
18,6 mil vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas neste final de semana
Para o presidente do CRM-PR, Roberto Issamu Yosida, a telemedicina consiste em um importante segmento da saúde no período em que estamos vivendo. “Essa parceria foi muito importante, pois possibilitou a adequação do uso da telemedicina, o que tem se mostrado essencial durante a pandemia da Covid-19. Com ela, é possível evitar deslocamentos e contatos presenciais desnecessários e, assim, preservar tanto os médicos, quanto os pacientes. Dedicamos essa homenagem recebida aos profissionais que infelizmente perderam suas vidas nessa batalha”, destacou.

A telemedicina está amparada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), por meio da Resolução CFM nº 1.643/2002, com reconhecimento da Organização Mundial da Saúde (OMS), desde a década de 1990. Durante o período de pandemia, o CRM também autorizou a emissão de atestados e receitas médicas de forma remota, via Portal de Serviços.

VOLUNTÁRIOS – A psicóloga Carolina Franco de Oliveira Simeão foi uma das responsáveis por convocar outros profissionais para atuar no aplicativo. Ela destaca que a ação é muito importante diante dos abalos emocionais vividos pela população.

“Estamos atendendo pessoas que nunca tiveram contato com psicólogos na vida. Isso é um marco importante em termos de saúde pública. Graças ao trabalho voluntário de tantos profissionais, conseguimos projetar a psicologia a serviço da população, melhorando significativamente a qualidade de vida e a saúde mental. Essa ação será um legado para o Estado do Paraná”, ressaltou.

Startups paranaenses se engajam e marcam combate ao coronavírus
Professores de Paranaguá recebem 1ª dose da vacina contra a Covid-19
APLICATIVO – Em novembro de 2020, na nova fase do projeto, a tecnologia foi substituída pelo Saúde Online Paraná, com novas funcionalidades e possibilidade de acompanhamento clínico dos pacientes.

Os cidadãos cadastrados no aplicativo podem incluir familiares que não têm dispositivos móveis com acesso à internet. Depois do cadastro, os pacientes passam por uma triagem, selecionando uma das seguintes opções: suspeita de Covid-19, retorno de Covid-19 positivo e contato com Covid-19 positivo.

De acordo com o resultado da triagem, o paciente pode ser encaminhado a uma unidade de pronto atendimento ou fazer uma consulta remota com os médicos da plataforma, no período de 8h às 23h, diariamente. As consultas acontecem pelo próprio aplicativo.

Fonte: Governo do Estado do Paraná

Click to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *