Connect with us

Telemedicina nos Estados e Municípios

Atendimento de Telemedicina em São Caetano do Sul torna-se indispensável

De acordo com, O serviço de orientação médica por telefone aos moradores de São Caetano do Sul, Telemedicina, atendeu 9.961 mil pessoas em cinco meses de funcionamento. Durante a triagem, 47,2% das orientações foram relacionadas à covid-19, onde enfermeiros e médicos tiraram dúvidas e orientaram sobre os procedimentos em relação à doença.

Do total de atendimentos com possibilidade de ida ao pronto socorro, mais de 4,3 mil não foram indicados após o atendimento do Médico de Família. “Estamos conseguindo acolher as pessoas que estão em casa, a qualquer momento, além disso com orientações médicas em tempo real, evitando que o paciente saia de casa e procure atendimento no Pronto Socorro correndo o risco de se infectar ou propagar a doença”, afirmou Regina Maura. Somente 10,6% dos atendimentos tiveram indicação para procurar o serviço de saúde de forma presencial.

O serviço, que funciona 24 horas por dia, além disso recebe a maior parte das ligações durante o período da tarde (43,5%) e a menor (2,3%) durante a madrugada. A faixa etária que mais procura o atendimento é entre 41 e 50 anos (1.713 pessoas), seguida de 31 a 40 anos (1.657 pessoas) e 61 a 70 anos (1.591 pessoas).

Ao término do atendimento,além disso o munícipe é convidado a responder alguns questionamentos para avaliação do serviço e dos profissionais. “Mais de 72% das pessoas informaram que teriam ido direto ao PS se não tivessem a plataforma de Telemedicina disponível”, destacou a secretária de saúde Regina Maura.

Disponível 24h por dia, 7 dias por semana, o Telemedicina integra o Programa Acelera Saúde, que concentra uma série de ações transformadoras no sistema municipal, como os programas Remédio em Casa e Saúde Hora Extra.

Fonte: ABC repórter

Click to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *